O período situado entre a queda do Império Romano do Ocidente e a queda do Império Romano do Oriente é o que conhecemos por Idade Média. Foi também neste período que ocorreu uma difusão e maior adesão ao cristianismo, inicialmente entre os componentes das classes mais pobres da população, mas chegando também às elites romanas. Uma camada média da sociedade era formada por pequenos agricultores, trabalhadores das oficinas de artesanato e pelo baixo clero. As conquistas de Justiniano objetivavam preservar as bases econômicas do Império do Oriente e restaurar a unidade do Império Romano. Esta guerra contra as imagens ficou conhecida como A Questão Iconoclasta. Os bizantinos eram divididos socialmente em grandes proprietários de terras, altos funcionários públicos, comerciantes, artesãos e um pequeno grupo de escravizados. Mapa mostra a extensão do Império Bizantino no ano 1025. Chegou até a Itália e venceu os ostrogodos. Diante disso, o Imperador Constantino transferiu a capital do Império Romano para a cidade oriental de Bizâncio, que passou a ser chamada de Constantinopla. - PILETTI, Nelson. O Império Bizantino (Coleção Tudo é História), Autor: Almeida Filho, Ruy de Oliveira / Franco Jr., Hilário, Bizâncio - a ponte da Antiguidade para a Idade Média, Autor: Santos, Aldo Porto / Angold, Michael, História de Bizâncio (Coleção Universidade Hoje). Os mosaicos, obras de arte que já eram conhecidos pelos gregos e pelos romanos, fizeram parte do cotidiano das igrejas bizantinas. Durante um longo período o Império Romano agonizou. Esta mudança, ao mesmo tempo em que significava a queda do poder no ocidente, tinha o seu lado positivo, pois a localização de Constantinopla, entre o mar Negro e o mar Mármara, facilitava muito o comércio na região, fato que favoreceu enormemente a restauração da cidade, transformando-a em uma Nova Roma. Com seu enfraquecimento, o império foi divido entre diferentes realezas feudais. Como foi possível conhecer a história do Império Bizantino é de fundamental importância para que se compreenda as marcas deixadas pela queda dos dois impérios, com aproximadamente mil anos de distância entre os dois acontecimentos. Mesmo com a bonança no comércio, o auge do Império só foi atingido durante o governo do Imperador Justiniano. A separação entre as igrejas fez com que os bizantinos adotassem uma liturgia própria, não tendo mais relações com a Igreja Católica, e assim passaram a se chamar de Igreja Ortodoxa. Não é possível, portanto, negligenciar os estereotipar este período da História da humanidade. A questão iconoclasta, como ficou conhecida durou até meados do século IX, quando o culto as imagens foram liberadas, exceto as estátuas e esculturas. • Roma Antiga: origem e períodos históricos. Mapa del Imperio Bizantino en tiempos de Justiniano. El Imperio Bizantino, conocido también por “Bizancio o de Imperio romano de Oriente” ha sido uno de los más importantes e interesantes de la historia.… Bizancio - Mapa y Ubicación Geográfica O cristianismo ali teve grande aceitação, e a cidade foi palco de atrações religiosas, como as relíquias que os cristãos da época acreditavam ter pertencido aos protagonistas da religião, tais como o sangue sagrado, os cravos da coroa de cristo e até mesmo as suas sandálias estavam na cidade para a apreciação dos devotos. GIBBON, Edward. Invasões bárbaras, saques e má gestão levaram o Império ao colapso. Atualmente, Constantinopla é conhecida como Istambul e pertence à Turquia. Entre los rasgos más importantes del imperio bizantino estaban: En el momento de su máximo auge, llegó a estar poblado por un aproximado de 34 millones de personas.Aun así, esta cantidad iría mermando con el pasar de los años debido a los conflictos armados y las enfermedades. Mapa mostrando, na cor rosa, as regiões dominadas e conquistadas pelo Império Bizantino (Império Romano do Oriente) no começo do século VII. O Império Bizantino atingiu o auge de seu esplendor com Justiniano (527-565). Trecho da muralha que protegia Constantinopla, restaurada. Texto originalmente publicado em https://www.infoescola.com/idade-media/imperio-bizantino/. Logo abaixo vinha a nobreza formada pelos assessores do rei. Durante seu governo, Justiniano recuperou grande parte daquele que foi o Império Romano do Ocidente. Graduada em História (Udesc, 2010) Nesse mesmo ano foram publicadas as Institutas, com os princípios fundamentais do Direito Rom… Como se pode perceber, a história da Idade Medieval está diretamente relacionada ao Império Romano e seu declínio, no ocidente e no oriente. Durante su mandato intentó revivir los logros del imperio romano de occidente con múltiples campañas que bien le hicieron ganar el apodo del que nunca duerme. Mosaico da Virgem Maria na Basílica de Santa Sofia, Istambul. Crise e Tomada de Constantinopla Após a morte de Justiniano, o Império Bizantino ficou a mercê de diversas invasões, e, a partir daí, deu-se início a Queda de Constantinopla . Doutora em História (USP, 2018). Um dos imperadores de maior sucesso foi Justiniano, que governo o Império Bizantino ao longo do século VI ao lado de Teodora, sua esposa que era muito atuante na política. Estátua do Imperador Constantino I, o primeiro imperador bizantino. A expansão territorial foi um dos principais objetivos do governo de Justiniano. Características del Imperio Bizantino. São Paulo: Editora Ática, 1998. Assim, ainda que a queda do Império Romano do Ocidente tenha sido fatal para eles, a sobrevivência do Império Romano do Oriente foi expressiva. FUNARI, Pedro Paulo. El Imperio Romano de Oriente o también llamado Imperio Bizantino, se originó en el año 395 d.C. cuando el emperador Teodosio dividió el Imperio Romano en dos: Oriente y Occidente. Essa visão que temos sobre a divisão dos períodos da história faz parte de uma visão clássica sobre a própria constituição da história, fomentada pelos estudiosos europeus. A religião foi fundamental para a manutenção do Império Bizantino, pois as doutrinas dirigidas a esta sociedade eram as mesmas da sociedade romana. Reconquistou o norte da África, após vencer os vândalos. São Paulo: Contexto, 2002. Fontes de pesquisa consultadas para a elaboração do texto: - AZEVEDO, Gislane e SERIACOPI, Reinaldo,. Havia ainda camponeses que cultivavam plantações no interior e pagavam tributos ao Estado em forma de produtos. Desta forma escolheram a religião para dar unidade, pois acreditavam ser Deus aquele que dava unidade divina, e ao imperador caberia dar a unidade terrestre. Mapa mostra a extensão do Império Bizantino no ano 1025.
2020 mapa imperio bizantino